Ações trabalhistas e pagamentos efetuados na 2ª região sobem em 2019. 07 Fev

Ações trabalhistas e pagamentos efetuados na 2ª região sobem em 2019.

Em 2019, o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região registrou crescimento do número de casos novos, diminuição do estoque de processos, aumento dos recolhimentos previdenciários e fiscais, dos valores totais pagos nos processos e também na participação das vias conciliatórias para estes valores.

Foram 328.137 casos novos, 7% a mais que em 2018. Mesmo com esse aumento, o estoque de processos diminuiu: 236.710, em vez dos 245.968 anteriores. Ou seja, foi possível julgar processos num percentual acima do ingresso de casos novos.

A arrecadação previdenciária ordenada pela Justiça do Trabalho deu um salto de quase 50% em relação ao ano anterior: foi de R$ 229,5 milhões para R$ 344 milhões. O imposto de renda recolhido também cresceu: foi de R$ 41,6 milhões para R$ 47,9 milhões. 

Foram pagos às partes dos processos cerca de R$ 3,9 bilhões, quase 10% a mais que em 2018 (R$ 3,6 bi). As soluções feitas por vias conciliatórias responderam por 63% dos valores, aumento de 3% em relação a 2018.

Top 5 da Justiça do Trabalho

Cinco tipos de pedidos se destacaram ao longo de 2019 na Justiça do Trabalho de São Paulo. Os temas mais presentes nas reclamações foram aviso prévio (1º); multa de 40% do FGTS (2º); multa do artigo 477 da CLT - atraso de pagamentos das verbas rescisórias (3º); férias proporcionais (4º) e 13º salário proporcional (5º).

As áreas mais reclamadas foram serviços diversos (1º); comércio (2º); indústria (3º); transporte (4º) e turismo, hospitalidade e alimentação (5º). 

Voltar
rep
https://ctgpadvogados.com.br/imagens/conteudo/4.jpg https://paulicontreinamento.com.br/curso/presencial-principais-regras-da-antt-no-trc/